quarta-feira, setembro 27, 2006

Sem muita paciência

Na volta para casa, no táxi, conversando com o motorista sobre manutenção de carro, visto que seu táxi era novo e bem cuidado. O condutor afirma:

- Para mim, carro é como mulher, lido com os dois da mesma forma.

Antes dele continuar, imagino que dirá que, como com uma mulher, o carro deve ser bem tratado, bem cuidado para, no caso do veículo, te levar em segurança para onde você quiser, etc, etc. Mas que nada...

- É como mulher. Não consigo ficar com ele mais de um ano, um ano e meio... Depois já troco logo.

- Ahhh tá... :-)

8 comentários:

Neila Baldi disse...

Credo. Eu é que não pegava um taxista desses!!!

Mosana disse...

sorte a do carro entao neh!
hauhauahauhauah
beijos

J@de disse...

Mas ele disse se durante esse ano, ano e meio ele cuida? Pq se fosse meu ex-marido, coitadas das mulheres, iam ficar estraçalhadas!! hahahahahah!!
Beijos!!

Denise Sollami disse...

ah, sim, não espera nem a primeira troca de óleo, não? e será que trocam o óleo dele? sei não...

Iara Nunes disse...

Ola Frederico. Fala sério. Ele é carioca ne?
Quanto mais eu conheço homens, mas descubro que quero ficar sozinha.

Ane Brasil disse...

Kuaaaaaaaaaaaaaa! Eu adoro a sinceridade masculina!

E pensar que eu tenho a mania de dizer que homem é como carro: começou a dar manutenção? a lataria tá batendo?
Passa pra frente e pega um modelo mais novo, ora!
Claro que isso não se aplica aos "clássicos" (é a desculpa que eu dou pro nego véio, dizendo que um cadilac legitimo nao se troca por qualquer merdinha muderna)
sorte e saúde pra todos!

Tê disse...

Frederico essa tá ótima...rs mas vale para os dois lados...carro é igual a homem...rs...

Anne disse...

KKKKKKKKK!
Eu estou igual ao taxista, meus casamentos não duram mais de dois anos!