terça-feira, maio 16, 2006

Prepare-se!

Na semana passada, quando começou o infernal astral do Brasil (Garotinho terminou a greve de fome, o Evo tomou as refinarias e o PCC tomou São Paulo), houve um encontro de jornalistas, promovido por “O Globo”, para debater essa nova fonte de interação, comunicação e informação: os blogs.

(Não era minha intenção mas acho que cabe aqui definir, finalmente, o que é esse tal “blog” que, embora você esteja utilizando no presente momento, a maioria dos leitores não sabe o que é ou, ao menos, de onde veio esse termo. Pois bem: há mais de uma explicação sobre o termo “blog” mas a que é mais aceita e difundida - explicando ao mesmo tempo o significado do termo e o que ele define - é aquela que afirma que “blog” é a redução de “web log” ou um registro, um “diário virtual”. Se você procurar no google “o que é um blog” vai achar diversos sites com essa resposta; um bem didático é http://blogger.globo.com/br/about.jsp. Por sinal, já vi escreverem “blogue” mas acho um tanto forçado; parece com “leiaute”, quando creio que o original, já pronto, é bem melhor: “layout”)

Aproveitando a notícia e o que foi debatido, o Globo Online perguntou se o seu leitor utilizava blogs. Chamou-me a atenção o resultado, tendo em vista que TODOS que ali responderam utilizam-se da Internet e, em especial, daquela fonte de informações (o jornal "virtual"). Somando-se os que nunca haviam lido um blog sequer àqueles que achavam que os blogs eram uma “moda passageira” chega-se a mais de 50 por cento das pessoas que responderam à pergunta. É um número alto mas não de todo surpreendente. Para quem escreve um blog fica clara a ainda pouca intimidade das pessoas em geral com essa nova ferramenta.Decerto, é algo razoavelmente novo (existem há um bom tempo em grandes jornais online mas, de fato, só começaram a ter maior amplitude há aproximadamente 6 meses) mas “que veio para ficar”. Os blogs são utilizados com diversas finalidades, recreativas ou profissionais, dando notícias desde o dia-a-dia de familiares distantes, passando pelas elucubrações de seus autores e indo até as notícias de campos de guerra, como ocorreu na invasão do Iraque há três anos.

Portanto "The blog!" é coisa nova mas não é um bicho-papão não; é bonzinho, não morde!

Um comentário:

Denise Sollami disse...

Eu gosto de ter feito um, como te disse. É uma forma de expressão. Mas não quero ter compromisso em escrever, quero, apenas, escrever quando tiver vontade. Hoje estive inspirada e deixei um textinho lá. Escrevo para ganhar a vida e acho que tenho esta felicidade.